Meu Perfil
BRASIL, Centro-Oeste, CAMPO GRANDE, Monte Castelo, Homem, de 20 a 25 anos, Portuguese, Spanish, Automóveis
MSN -



Histórico


Votação
 Dê uma nota para meu blog


Outros sites
 Juninho Vivo Além da Vida
 Netinho-Um Presente de Deus
 Jornal Espírita "Luzes do Amanhecer"
 Grupo Casulo
 Dor de Mãe
 Alma Guerreira
 Lukka Insana
 Lua em Poemas
 Amanhecer com Poesia
 Cristiny On Line
 UOL - O melhor conteúdo


 
Juninho Vivo Alem da Vida


 JUNINHO, NÓS TE AMAMOS, PARA SEMPRE!!

                                      Perda de filhos
A perda de um filho implica num tipo muito particular de luto, pois solicita adaptações tanto sob os aspectos individuais de cada um dos pais no enfrentamento desta situação, como em adaptações na relação com o(a) esposo (a), no sistema familiar e na sociedade.
Quando perdemos um filho perdemos nossa perspectiva de futuro, pois é neles que garantimos a possibilidade de realizar todos os sonhos e projetos que não conseguimos em nossas próprias vidas. Um filho não é apenas uma extensão biológica de seus pais, mas também psicológica, por isso temos a sensação que perdemos um pedaço de nós.
 
                                           Reações à perda de filhos
O luto por um filho é marcado por muita culpa e revolta, e por algum tempo a pessoa chega a "brigar" com Deus, por não conseguir entender (aceitar) o porquê de estar vivendo uma dor tão intensa.
           
 As reações ligadas à perda de um filho dependem de alguns fatores como:


 - a relação prévia entre pais e filho. Por exemplo: quando existem conflitos no relacionamento, os pais sentem-se mais culpados após a perda de seu filho.
 - a idade do seu filho: não existe uma idade pior, mas em cada etapa da vida existem fatores que dificultam a elaboração da perda, como por exemplo, na adolescência, fase em que existem maiores chances de conflitos entre pais e filhos.
 - as circunstâncias da perda: o quê aconteceu, como acontecer, as causas da perda.
 - Um número grande de sintomas fisiológicos pode acompanhar as reações psicológicas e sociais dos pais, como por exemplo: anorexia, distúrbios gastrointestinais, perda de peso, insônia, cansaço excessivo, choro, palpitações, estresse, perda do desejo sexual ou hipersexualidade, falta de energia e retardo psicomotor, respiração curta.
     
     E o que acontece no casamento?
O casamento sofre um grande impacto com a perda de um filho. As características do relacionamento obviamente serão afetadas pela maneira como cada um dos parceiros expressa sua dor. A comunicação tende a complicar-se, pois a mãe pode sentir sozinha em seu luto, enquanto o pai pode se ver lutando para conter sua dor a fim de poupar o sofrimento da esposa. Estas tentativas de evitar o sofrimento do outro, por muitas vezes gera um distanciamento tão grande nos casais, que não é incomum ocorrerem separações após a perda de um filho.

Gabriela Casellato



Escrito por Geisa Almeida às 02:34:14
[] [envie esta mensagem] [ ]



Gostava tanto de você

Não sei por que você se foi
Quantas saudades eu senti
E de tristezas vou viver
E aquele adeus não pude dar
Você marcou a minha vida
Viveu, morreu na minha história
Chego a ter medo do futuro
E da solidão que em minha porta bate
E eu gostava tanto de você
Gostava tanto de você
Eu corro e fujo destas sombras
Em sonhos vejo esse passado
E na parede do meu quarto
Ainda está o seu retrato
Não quero ver para não lembrar
Pensei até em me mudar
Lugar qualquer que não exista
O pensamento em você
E eu gostava tanto de você
Gostava tanto de você...
 

Comentário:

Antigamente, achava que esta, era mais uma música sobre um cara que foi abandonado pela mulher que amava, como muitas outras canções falavam...
Até que, um dia, descobri a verdadeira história.
Para quem não sabe, o autor de "Gostava tanto de você" não escreveu esta música por causa de uma mulher qualquer que o tinha abandonado, mas sim, para a filha dele que havia falecido
.

     Amigos, tenho recebido pedidos para divulgar meu telefone, para que os interessados possam entrar em contato comigo então podem anotar  ... 0 XX 67 -3356-7666           

 Geisasmalmeida@hotmail.com      



Escrito por Geisa Almeida às 00:52:40
[] [envie esta mensagem] [ ]




[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]